domingo, 23 de outubro de 2011

oração e jejum

"Vigiai pois, para que não entreis em tentação, o espírito na verdade está pronto, mas a carne é fraca" Mc 14.38
      João Bunyan, escritor de "o peregrino" disse: "jamais serás um cristão se não fores de oração". Jesus ensinou que orar é um dever (Lc 18.1). Todos os que querem uma vida cristã vitoriosa precisam ter o hábito de orar.
      Martinho Lutero, dizem alguns estudiosos, orava duas horas todos os dias. O Mestre Jesus costumava orar muitas horas Mt 8.23; Mc 6.46.
      Um homem de Deus disse que quando Deus deseja dispensar suas bençãos sobre o seu povo. Ele os inspira a orar.
      Há algum tempo, eu estava numa reunião, quando o pastor perguntou quantas pessoas haviam orado naquele dia pelo menos uma hora, e pra surpresa de todos, menos de dez pessoas levantaram as mãos, e estava ali uma multidão reunida! E você obreiro tens orado ao menos uma hora diariamente?
      Também quero citar nessa oportunidade um outro grande tema bíblico: o jejum.
   
      O jejum é extremamente recomendável na vida do obreiro, é um exercício espiritual que "quebra" nossa carnalidade, Jesus disse que existem castas demoniacas que só saem com jejum e oração, Mc 9.29.
      Em Mateus 4 vemos que Jesus venceu o diabo. Jesus estava jejuando.
      Para muitos cristãos atualmente o exercício do jejum é desnecessário. Nesse ponto tenho que discordar, acredito plenamente na urgência de uma igreja mais consagrada, e tenho por certo que não podemos dispensar o jejum da nossa prática como crentes. É claro que cabe aqui as recomendações básicas pra quem pretende jejuar: Acostume-se aos poucos com 12, 18, 24 horas, o corpo precisa se acostumar.
Ao encerrar o jejum, alimente-se com algo leve. Não jejue a fim de contar com o elogio das pessoas, ninguém além de Deus, precisa saber. Ore enquanto jejuar.
      Todo crente que verdadeiramente se consagra, isso com a prática da Palavra, exercitando-se no jejum e na oração:
Será cheio do Espírito SAnto
Será usado por Deus
Expulsará demônios
Dará frutos
Terá dons
Ler referencias bíblicas At 1.8; 1Jo 5.14-15; Mc 16.15-17; At 4.29-34; 1Co 12.31.
Obs. Toda oração e jejum que fizermos, não terá efeito nenhum, se não amarmos a prática da Palavra de Deus: Amar a Deus acima de tudo. E nosso próximo como a nós mesmos.
Um abraço!

Um comentário:

DC. ADRIANO TAVARES disse...

Saudações ermano!!!

Parabéns pela postagem e é verdade que esta necessidade (Jejum) está cada vez mais raro e menos incentivado no evangelicalismo atual.
Em Cristo
Adriano